Tecnologia e idosos: ainda dá tempo de aprender?

Os idosos estão mais conectados do que imaginamos. Estima-se que atualmente, dois em cada 10 idosos usam a internet, quebrando o estereótipo que associa o mundo digital exclusivamente às pessoas mais jovens.

A população tem envelhecido cada vez mais e a qualidade de vida é um dos pilares mais procurados para um envelhecimento saudável e feliz. Além de uma alimentação equilibrada, autonomia, vida ativa e saúde emocional, o acesso aos meios de comunicação também estão inclusos para que o dia a dia do idoso se torne mais fácil, dinâmico e prático.

Ainda há resistência?

Se você convive com idosos, provavelmente, em algum momento, sua ajuda foi solicitada para realizar tarefas tecnológicas, que envolvem desde ajustar configurações no celular, até descobrir o porquê a TV está dando algum problema.

Por mais que pareça, não pense que os idosos são resistentes a estarem mais conectados com o mundo. A aceitação tecnológica neste caso é grande, pois é considerada útil e necessária. O que interfere mesmo, é que, às vezes o contato se complica por vários fatores.

Muitos idosos ainda têm medo de utilizar as novas tecnologias e dentre os principais receios estão: danificar o aparelho, acessar a internet, vírus, redes sociais, do próprio computador, de aceitar coisas novas e até mesmo o medo de errar e das consequências do erro.

Benefícios de estar conectado

Se você é idoso ou possui algum familiar nesta fase da vida, tente afastar a sensação de incapacidade tecnológica. O uso da internet e de outros recursos são bastante benéficos na terceira idade, pois pode exercitar a memória, além de permitir o acesso a conteúdos de interesse pessoal, o que aumenta a capacidade de retenção.

A inclusão digital também influencia positivamente a confiança, autoestima e apoio social, pois com isso os idosos se sentem mais atualizados, ocupam o tempo ocioso, ficam menos sozinhos, diminuem as chances de desenvolver doenças como a depressão, e como citamos antes, também exercitam o cérebro.

Alguns estudos já têm evidenciado como as atividades onlines para idosos podem impulsionar o cérebro e aumentar a longevidade cognitiva. Utilizar as redes sociais como mecanismo de diálogo com amigos e familiares e a internet até mesmo para gerenciar e pesquisar viagens, passeios e atividades de lazer são ótimas opções.

Comece hoje!

Não tenha medo! O aprendizado tecnológico possibilita novas descobertas, novas experiências, resultando no aprimoramento das demais habilidades sem perder os valores ou objetivos de vida.

Embora a inclusão da terceira idade à tecnologia esteja apenas começando, a realidade virtual, a realidade aumentada, ativação de voz e hologramas são promessas de um futuro cheio de possibilidades para todos!

Aulas de Tecnologia no SBA Residencial

Uma das atividades que o SBA disponibiliza a seus Moradores é o Programa Maturar: uma série de aulas ministradas por profissionais familiarizados com cada matéria. Direcionado a um público de idosos independentes e parcialmente dependentes, aptos para atualização e reciclagem de conhecimentos, e promovendo a troca de aprendizados e experiências.

Desde o ano passado, entre os temas já abordados, como História da Arte e da Música, foram introduzidas aulas no Programa sobre A Era Digital: a relação da Terceira Idade com a Tecnologia.

Carlos Rosa, Gerente de Tecnologia da Informação da SBA, aplicou a primeira aula de 2019. “O objetivo é envolve-los na realidade atual da tecnologia no mundo e o quanto esse turbilhão de informações pode ser bem utilizado, seja pelos idosos ou por seus familiares. Não nos aprofundamos em terminologias complexas, mas explanamos o máximo possível para o alcance de cada ‘aluno’, despertando interesse e curiosidade pelo tema”, explicou Carlos. 

Referências

Idosos e tecnologia: ainda dá tempo de aprender?

https://www.happycodeschool.com/blog/idosos-e-tecnologia-ainda-da-tempo-de-aprender/

Idosos conectados

https://www.sescsp.org.br/online/artigo/9821_IDOSOS+CONECTADOS

Como vencer o medo de aprender sobre tecnologia na terceira idade?

http://www.ctrlplay.com.br/blog/como-vencer-o-medo-de-aprender-sobre-tecnologia-na-terceira-idade/

O Idoso e a Era Digital. Ainda dá tempo de aprender?

http://centrape.org/blog/tecnologia/o-idoso-e-a-era-digital-ainda-da-tempo-de-_-aprender/

2019-03-15T16:31:37+00:00